29 de outubro de 2016

[Resenha #44] O Vestido de Trinta Rosas


Titulo: O Vestido de Trinta Rosas
 Autora: Lívia Messias
Paginas:157 
Sinopse:E se você encontrasse um vestido capaz de transformar o amor em realidade? Usaria? Enfrentaria as consequências? Helena mora na Vila Íris, um lugar encantado. Lá, conhece Ícaro e se apaixona, mas não sabe se é correspondida, então decide usar um encanto. O Vestido de Trinta Rosas fala de amor, escolhas, responsabilidades e esperança. 




Olá meus queridos leitores, tudo bem com vocês? Hoje vim fazer a resenha de um livro que li há pouco tempo e estava muito ansiosa para fazer a leitura, Então vamos lá.


Em o vestido de trinta rosas temos a história de Helena uma jovem que vive na Vila Íris, uma vila encantada. Sara é a melhor amiga de Helena por mais que seja deficiente visual ela tem o dom de enxergar e sentir a alma das pessoas. A vida de Helena estava tranquila até que um dia ela se vê perdidamente apaixonada por Ícaro, mas na sua cabeça ele não a corresponde, então sem saber o que fazer Helena recorre ao encanto do vestido de trinta rosas, porém a feiticeira deixa tudo muito claro que até o dia do casamento Ícaro será o homem mais feliz do mundo, mas a partir do momento que eles se casarem ele vivera uma vida totalmente infeliz. Sara sempre dava conselhos a Helena, falando que ela deveria sim contar para Ícaro tudo que sente, mas ao invés disso Helena apenas escreve vários poemas e os deixam guardados.Sara começa ficar um tanto preocupada com a amiga já que ela não escuta os seus conselhos e Sara melhor que ninguém conhece varias consequências que os encantos podem trazer. Helena fica literalmente cega por conseguir o amor de Ícaro e não pensa em momento algum as consequências que isso pode lhe trazer.

“As águas do lago alertaram o coração dele, mas Helena não conseguiu falar o que deveria.”
  

 O livro é bem fininho pude ler ele em poucas horas, é um infanto-juvenil que me fez pensar em muitas coisas como, por exemplo, o egoísmo. É um dos assuntos pauta que temos nesse livro. A autora teve todo cuidado em nos trazer um enredo bem elaborado que nos apresenta coisas maravilhosas.

“O Amor é livre, na pode ser comprado nem enganado” 
A narrativa do livro é em terceira pessoa, como vocês sabem não sou lá fã dessa narração, mas a autora soube me prender direitinho. Aos olhos de muitas pessoas o livro pode até ser um romance água com açúcar, mas na minha opinião o romance aqui não é bem o foco, lendo pude perceber que  autora quis nos mostrar que toda escolha tem uma consequência seja ela boa ou ruim.

 “Com Sara, Helena se sentia em paz para falar todas as coisas que se passavam em seu coração.”

 Para mim, vários jovens deveriam ler esse livro, pois ele nos trás lições por trás de um enredo mágico, sim, não é mágico só por que existem seres mágicos, mas sim pela leveza que a autora nos transporta até o lugar onde a história está sendo contada. Tinha muito tempo que eu não lia nada do gênero e confesso que a autora supriu todas as minhas expectativas. Recomendo muito esse livro.