12 de dezembro de 2016

[Resenha #50] Álbum de Casamento

 Titulo: O Álbum de casamento
Autora: Nora Roberts
Editora: Arqueiro 
Páginas: 279
Sinopse: Quando crianças, as amigas Parker, Emma, Laurel e Mac adoravam fazer casamentos de mentirinha no jardim. E elas pensavam em todos os detalhes. Depois de anos dessa brincadeira, não é de surpreender que tenham fundado a Votos, uma empresa de organização de casamentos bem-sucedida. Mas, apesar de planejar e tornar real o dia perfeito para tantos casais, nenhuma delas teve no amor a mesma sorte que tem nos negócios. Até agora. Com várias capas de revistas de noivas no currículo, a fotógrafa Mac é especialista em captar os momentos de pura felicidade, mesmo que nunca os tenha experimentado em sua vida. Por causa da separação dos pais e de seu difícil relacionamento com eles, Mac não leva muita fé no amor. Por isso não entende o frio na barriga que sente ao reencontrar Carter Maguire, um colega de escola com o qual nunca falara direito. Carter definitivamente não é o seu tipo. Professor de inglês apaixonado pelo que faz, ele cita Shakespeare e usa paletó de tweed. Por causa de uma antiga quedinha por Mac, fica atrapalhado na frente dela, sem saber bem como agir e o que falar. E mesmo assim ela não consegue resistir ao seu charme. Agora Carter está disposto a ganhar o coração de Mac e convencê-la de que ela é capaz de criar suas próprias lembranças felizes.
 Olá meus queridos leitores, tudo bem com vocês? Espero que sim! Hoje vim falar de um livro, que comprei é já estava super ansiosa com a leitura. Como sou alucinada em romances sempre me indicavam livros dessa autora, então vamos conferir o que eu achei?




O livro é o primeiro da série “O Quarteto das Noivas” e nesse livro vamos conhecer a estória da Mac, uma fotógrafa muito conhecida e conceituada no ramo de fotografias de casamentos. Mac juntamente com suas três amigas: Parker, Emma e Laurel, montaram a empresa especializada em casamento chamada “Voto” uma das melhores empresas desse ramo. Desde pequenas sempre brincavam de casamento em diversos estilos,  foi daí que cada uma foi percebendo seu dom e criatividade para incrementar a empresa.Mac tem um histórico familiar que não é  lá mil maravilhas, sua mãe vive casando  e trocando de casa esquecendo que tem duas filhas, fora que vive pedindo Mac dinheiro  fazendo chantagem emocional, e a Mac sempre cede aos pedidos da mãe. Já seu pai tem uma condição financeira muito boa, porém não liga muito para filha. Então em um dia comum na Votos, Mac descobre que vai organizar o casamento de uma colega de infância, que algumas vezes brincava com ela e com suas amigas de casamento. O que Mac não imaginava, é que junto com essa colega viria o irmão dela, que até a última vez em que ela o viu ele não passava de um nerd. Carter hoje é um grande professor, muito estudioso e querido pelos seus alunos. Voltou da cidade em que estava morando para dar aula em sua antiga escola. Carter é um tanto desajeitado vive batendo nas coisas, tropeçando e passando algumas vergonhas. Logo que Carter chega à mansão onde é a reside a Votos, ele dá de cara com uma parede perto do estúdio da Mac, que assim que escuta o barulho sai correndo para vê o que aconteceu. Depois de ajuda-lo Mac e Carter começam a conversar e relembrar velhos momentos da época de escola. Em uma das conversas Carter acaba assumindo para Mac que era apaixonado por ela na época de escola. Isso a deixa assustada, mas não impede que continuem saindo, e se conhecendo mais. Quando Mac percebe que as coisas entre eles começam  a dar certo, ela literalmente surta, pois não sabe como lidar com a situação , pois sempre via sua mãe passando de um casamento para outro trocando juras de amor e logo em seguida ela percebia que tudo que sua mão dizia em relação ao amor era tudo em vão. O medo começa a bater em sua porta  e ela fica totalmente indecisa  se deixa fluir ou se corta o mal pela raiz.

“-Minha mãe diz que essa história de felizes para sempre é conversa fiada.” 
 Assim que terminei de ler esse livro, fiquei com muita raiva de mim mesma por ter demorado tanto a ler algo da Nora. A mulher simplesmente arrasa, ela sabe dosar tudo. Uma escrita leve que te leva até os personagens em questões de segundos. Agora entendo por que muitas leitoras queria que eu lesse algo da Nora. Muito obrigada a vocês que me incentivavam a ler algo dela. Eu já imaginava que ela era boa, mas a mulher simplesmente LACRA.

O que imaginara aos 17 anos tornou-se realidade aos 30.”

A estória é um tanto criativa e instiga o leitor a conhecer um pouco mais, quem não queria que uma brincadeira de criança virasse um trabalho no qual  você amasse? Pois é bem assim.  Achei muito bacana a premissa dessa estória. A autora é muito detalhista desde a rotinha da Votos, até o processo de criação de um casamento, e isso foi um ponto bem positivo, pois em algumas horas tínhamos que entender um pouco como tudo funcionava.

“O que me chateia, Mac, o que me desaponta é vê você usar a Linda como um parâmetro para relacionamentos.”

 A Mac foi um personagem que eu me simpatizei, e achei ela até parecida comigo no quesito personalidade, pois ela tem uma personalidade muito forte, que chega até atrapalhar em alguns momentos. Confesso que teve horas que a xinguei mentalmente, por que não parecia a mesma mulher madura que eu tinha lido a algumas paginas atrás. O fato de Mac sempre ceder tudo que sua mãe pedia me deixava irritada, frustrada e com vontade de largar o livro. O personagem que eu mais odiei nesse livro foi à mãe da Mac, ô mulher insuportável. Mas no fim entendi todos os medos e receios da Mac, e vi que muitas coisas que ela falava não eram por mal, inclusive as atitudes de criança que ela tinha.

“ Então uma borboleta azul cruzou seu campo de visão r foi pousar no ramalhete de flores amarelas que Emma segurava”

 Carter é maravilhoso um lindo cavalheiro. Não digo apenas de aparência física, mas por ele todo. Sabe aquele personagem que conversa com você?Que consegue transmitir para você tudo que está sentindo? Esse é ele. Divertir-me muito com ele, pois ele nos mostra o lado inseguro que alguns homens têm em relação às mulheres principalmente daquelas que eles gostam. Achei-o um personagem muito batalhador mesmo vindo de uma família com uma condição boa ele correu atrás de tudo sozinho. Sem palavras para esse personagem. Sabe o que me encantou nele? Que ele é um personagem tão humano quanto nós. Suas atitudes nos mostra isso.

“Ser feliz para sempre talvez fosse conversa fiada, mas ela sabia que queria tirar mais fotos de momentos que fossem felizes”.

 Os personagens secundários nessa estória são de grande importância, primeiro por que as amigas de Mac vêm como personagens principais nos próximos livros, e segundo temos outros personagens como a família do Carter, o irmão da Parker a mãe da Mac dentre outros. O que mais me encantou no enredo foi vê o quão lindo é a amizade das mulheres, é tão real que você se convence que faz parte desse quarteto creio que a Nora quis que quem estivesse lendo entendesse o que realmente é o significado da palavra amizade. Ela nos mostra até algumas desavenças que elas trocam algumas vezes, mas quem nunca brigou com as amigas que atire a primeira pedra, ela mostrou todos os processos de uma amizade, e foi à coisa mais linda. Senti-me amiga das personagens. O legal é que nesse primeiro volume da série já temos uma noção do jeito é da personalidade das personagens que vamos conhecer nos próximos livros.
“- Ah, meu Deus. O que estou esperando?”

 O livro tem suas partes picantes, mas é só algo sensual nada vulgarizado, e como eu disse a escrita da autora é maravilhosa se você pular essas cenas (por que tem pessoas que não gostam) você irá compreender o livro da mesma maneira.  Narrado em terceira pessoa e com uma escrita leve e detalhista que te encanta e que te deixa sedenta por mais e mais. Amei a escrita da autora, foi fantástica a forma que ela desenvolveu o enredo da estória. A estória tem lá os seus clichês, mas são bem escritos  e bem desenvolvidos. Para quem quer uma leitura romântica indico esse livro de olhos fechado!