3 de março de 2017

[No cinema com a Bia] A Escolha

Titulo: A Escolha
Direção: Ross Katz
Autor: Nicholas Sparks
Duração: 1h 47 min
Sinopse:Travis é um jovem que não acredita em relacionamentos, até que Gabby se muda para a casa ao lado. Ela o instiga logo de cara e faz com que os dois se entreguem a uma relação que nenhum deles esperava.

           
                                       

 Eu tinha jurado para mim mesma que nunca mais assistiria nenhum filme do Tio Nicholas, por que eles acabam comigo, e eu fico muito depressiva e não consigo parar de chorar, mas quando eu vi  A escolha me senti atraída pelo  filme, ainda não tinha lido o livro, para mim  tudo seria surpresa menos o fato que eu já sabia que iria sofrer.


Travis é um cara que gosta de viver a vida intensamente, e se possível cada dia com uma garota diferente. Ao contrario dos seus amigos que já estão com a família formada e muito bem casados, ele está  mais ligado em curtir a vida do que qualquer outra coisa.Gabby é quase o oposto de Travis, é mais caseira é residente em um hospital e namora um médico, ela vive reclamando do tanto que Travis e barulhento. Em um dia que ela estava tentando estudar, ela percebe que sua cachorra está meio estranha e acaba dando uma examinada, e percebe que sua cachorra está grávida. Ela fica furiosa e vai atrás de  Travis que está sentado ao lado do seu cachorro, e escuta ela falar todos os seus desaforos e faz deboche, claro isso  é típico dele.


Então ele a manda levar a cachorra em um veterinário, e indica um para ela e fala que é um  lance de pai e filho que tem na cidade. No outro dia lá está Gabby na clinica e quando ela vai mencionar quem é o pai dos filhotes o Travis entra falando que o  cachorro dele fez vasectomia há um bom tempo. E ai que as coisas ficam claras para ela, o médico da cachorra dela era  o pai dele, e assim como pai dele ele também era veterinário, ela começa a rir e vê que ele a passou para trás direitinho.



 Com o tempo eles começam a ficarem amigos, e o namorado de Gabby precisa se ausentar por algumas semanas. E são nessas semanas que eles acabam se envolvendo de uma forma tão intensa que nem eles conseguem explicar. Com o passar do mês o namorado da  Gabby volta, e logo ela se vê em uma situação delicada, e Travis  chega bem na hora e ainda faz questão de ir a mesa para cumprimentar os pais do namorado da Gabby e o namorado dela.




Tentando ter controle sobre suas reações e emoções ela se levanta, e vai atrás dele. Travis se declara e implora para Gabby ficar com ele, mas ela se vê em uma rua sem saída sem literalmente saber o que fazer. Acontece que Travis não se cansa fácil, ele até pensou em desistir quando no dia seguinte após o ocorrido ele encontrou uma carta da Gabby em sua cadeira, falando que tinha contado tudo para o seu namorado, mas que ele havia  a perdoado e eles iram casar.


Foi então que a ex-namorada de Travis da um conselho para ele de ir atrás dela, ele não pensa duas vezes e vai atrás dela, mas ao chegar ao hospital onde ela trabalha uma enfermeira avisa que ela tinha ido embora para a casa de seus pais e havia rompido o noivado. Ele sai correndo e vai atrás dela, e quando chega logo já a pede em casamento, ela fica na defensiva, mas  no fim aceita. Os anos passam e a vida deles está seguindo um rumo, com filhos e tudo dando certo, mas a vida é mesmo uma caixinha de surpresa e da uma rasteira no casal. Será que o amor sobrevive a tudo?  Esse livro nos mostra tanto sobre amor quanto a fé que temos em nós mesmo.


Falando um pouco sobre o filme meus olhos começaram a ficar marejados, pois foi uma estória que mexeu muito comigo, assim como todas do Nicholas. Foi uma surpresa esse filme comecei a assistir e fui me apaixonado cada vez mais e mais.



Travis é um personagem maravilhoso, tem um senso de humor que contagia qualquer um. Adorei o ator que interpretou o Travis, ele deu alma e coração para o papel. A Gabby também não fica para trás uma personagem maravilhosa e me identifiquei muito com ela. A atriz já vi vários filmes com  ela, suas interpretações são sempre de tirar o chapel.



A irmã do Travis é um amor, assim como o pai eles formam uma família unida que dá gosto de vê.  Os amigos do Travis também são bem presentes. E mesmo todos sendo casados e já com filhos sempre inclui ele em tudo que vão fazer, eu achei isso bem legal.



A estória começa devagar falando sobre a atual situação deles, depois do casamento deles começa a ir se passando anos até chegar na rasteira que o filme nos dá. Fiquei sem cor, meu coração disparou e as lágrimas rolaram foi essa sensação.


Quando eu terminei o filme, eu parei e pensei em muitas coisas muitas mesmo. Quem já viu o já leu o livro sabe o quão reflexivo ele é. Eu sou muito emotiva e fiquei ainda mais. O cenário no qual o filme se passa é maravilhoso perto do mar. Não tenho nada a reclamar sobre diferenças do livro para o cinema, pois como eu já  havia falado eu não li, mas em breve quero ler.




Esse filme conta uma estória de amor, fé, união, cumplicidade e companheirismo. Quem tiver a oportunidade de assisti assista, pois vale a pena. Sei que vivo prometendo que não vou ler nem ver nada que tenha o Nicholas, mas fazer o que se eu amo tudo que ele faz? Espero que tenham gostado, um grande beijo. 
 Trailer do filme:






2 de março de 2017

[Resenha #64] A Garota no Gelo

Titulo: A garota no gelo
Autor: Robert Bryndeza
Editora: Gutenberg
Páginas: 320
Sinopse: Seus olhos estão arregalados… Seus lábios estão entreabertos… Seu corpo está congelado… Mas ela não é a única.
Quando um jovem rapaz encontra o corpo de uma mulher debaixo de uma grossa placa de gelo em um parque ao sul de Londres, a detetive Erika Foster é chamada para liderar a investigação de assassinato.
A vítima, uma jovem e bela socialite, parecia ter a vida perfeita. Mas quando Erika começa a cavar mais fundo, vai ligando os pontos entre esse crime e a morte de três prostitutas, todas encontradas estranguladas, com as mãos amarradas, em águas geladas nos arredores de Londres.
Que segredos obscuros a garota no gelo esconde? Quanto mais Erika está perto de descobrir a verdade, mais o assassino se aproxima dela.
Com a carreira pendurada por um fio depois da morte de seu marido em sua última investigação, Erika deve agora confrontar seus próprios demônios, bem como um assassino mais letal do que qualquer outro que já enfrentou antes.
Olá pessoal, sou a Ju a mais nova colaboradora aqui do Entre Livros e Amores. Hoje vim  apresentar a vocês a resenha do livro "A Garota no Gelo" espero que vocês curtam.

" Tenho que continuar,Mark.Continuar a trabalhar. Continuar a viver."

Não se deixe enganar a historia de a garota no gelo não tem nada haver com garota exemplar, pode até lembrar a trama da garota no trem. A garota no gelo é um trilher policial que nos prende do começo ao fim. A escrita é bem fluída e a narrativa é em terceira pessoa.

" A figura sorriu, se abaixou  e recuou rapidamente, mesclando-se as sombras no beco escuro."
No prologo ocorre o assassinato de uma jovem Andrea Douglas-Brown, filha de um poderoso politico que acaba sendo encontrada em um lago congelado.

" Erika olhou fixadamente para o rosto de David. Era como se sua máscara  de juventude e confiança tivessem caído."
A detetive Foster é designada para solucionar este crime, ela estava voltando após um longo período afastada depois da sua última missão, que vitimou fatalmente seu marido Mark, a ferida ainda estava aberta, a falta que ele fazia ainda era enorme, e ela as vezes se questiona se esta apta para assumir esse caso. Em meio aos traumas e redescobrimento ela percebe que não é um mero caso simples de assassinato e sim um caso complexo que envolve muitos segredos da vítima e as pessoas que estavam ao seu redor.

" Ela inspirava e expirava, o batimento cardíaco foi ficando mais lento, a realidade voltava a apoderar-se de sua mente."
Ao longo da trama lemos que não era somente o assassinato de Andrea, mas também jogo de poder, prostituição e eles estavam lidando com um serial killer.

 " A única coisa que tenho para me segurar é um senso de moralidade."
A garota no gelo é uma historia recheada de suspense e ação, o livro não poupa detalhes, os diálogos presentes são dinâmicos e os personagens misteriosos e com personalidade forte, este livro não poupa detalhes e foi à parte que mais gostei, pois torna a historia mais verossímil com todos os fatos relatados na história. Esse livro tem uma história muito bem construída, envolve todos os personagens dando um desfecho de tirar o folego, não existem pontas soltas na história, a todo o momento criava teorias de quem fosse o assassino, mas errei feio, ela soube conduzir muito bem a trama, com uma narrativa viciante e um mistério de primeira. O desfecho do livro é surpreendente, mas confesso que não gostei de quem era o assassino, esperava que fosse um personagem implicante. Super recomendo o livro para quem gosta de suspense e histórias aterrorizantes.



1 de março de 2017

SÉRIE|| SANTA CLARITA DIET




Série: Santa Clarita Diet
Original da: Netflix
Ano: 2017
Gênero: Comédia, fantasia
País: EUA
EP: 10

Sou apaixonada por séries e sempre que posso estou maratonando uma aqui e outra ali. Uma das minhas surpresas para o ano de 2017 foi a série Santa Clarita Diet, uma comédia/fantasia dirigida por Victor Fresco, contando com a participação de um elenco maravilhoso: Drew Barrymore (Sheila), Timothy Olyphant (Joel), Liv Hewson (Abby) etc. 

Essa não é uma série apenas para tirar risos, mas para aqueles que tem estômago, pois várias cenas chegam a ser bem explicitas. Tentem não assistir na hora do almoço, depois não digam que eu não avisei. (haha)



Joel e Sheila são casados e vivem o tempo todo juntos, pois eles tem a mesma profissão: Corretor de imóveis. Eles tem uma filha adolescente chamada Abby, uma garota esquisita e que não tem um bom diálogo com os seus pais. A vida que eles levam chega a ser entediante, pois não há nada de novo em Santa Clarita, subúrbio de Los Angeles.

Tudo muda quando Sheila passa por uma mudança um tanto estranha, nem ela sabe ao certo o que há de errado. E, que mudança! Desde os hábitos alimentares até o seu apetite sexual estão mais aguçados e estranhos. Ao que parecia impossível aos olhos do seu marido, aconteceu: ela era uma zumbi. Inicialmente, ficamos confusos por não entender a causa que levou Sheila a tornar-se uma morta-viva. Mas algo é certo, a vida deles muda para melhor. Bom, isto é o que a esposa do Joel pensa.



Por outro lado, Abby fica assustada com a mudança da mãe, porque o relacionamento entre as duas começam a dá certo. Claro, a Sheila permite que sua filha faça aquilo que bem entender. Pobre Joel, de cabelo em pé, tem que realizar todos os desejos de sua esposa zumbi. Adentramos então nas aventuras desse casal a procura de corpos para alimentar a Sheila.



É impossível não se apaixonar por esse casal, como também dar boas risadas. Os capítulos seguem uma sequência lógica e por isso é importante acompanharmos desde o início. Afinal, são poucos episódios.

O interessante é que mesmo possuindo um teor de comédia e ironia há capítulos que chegam a ser chocantes, mas nada que seu estômago não possa aguentar. O mais legal, é que se você desejar maratonar Santa Clarita Diet, em uma semana você consegue terminar. 

Ainda não há previsão para a continuação da segunda temporada, mas algo é certo: Vai haver! Por isso cruzem os dedos aqueles que já assistiram e, para aqueles que não assistiram fica o recado: Você está esperando o que? Corre na netflix e assiste!