20 de junho de 2017

[No cinema com a Bia] [Resenha #76] Um Porto Seguro

 Titulo: Um Porto Seguro
Duração: 1h 55min
Gênero: Romance, Drama

Sinopse:Quando Katie, uma jovem misteriosa, aparece repentinamente na pequena cidade de Southport, na Carolina do Norte, questionamentos são levantados sobre seu passado. Linda, mas discreta, ela parece evitar laços pessoais formais até uma série de eventos levá-la a duas amizades distintas: uma com Alex, o viúvo com um coração maravilhoso e dois filhos pequenos, a outra com Jo, sua vizinha muito sincera. Apesar de ser reservada, Katie começa a baixar a guarda lentamente, criando raízes na cidadezinha e se tornando muito próxima de Alex e de sua família. No entanto, quando Katie começa a se apaixonar, ela se depara com o segredo obscuro que ainda a assombra e a amedronta... o passado que a deixou apavorada e a fez cruzar o país. Com o apoio de Jo, Katie percebe que deve escolher entre uma vida de segurança temporária e outra com recompensas mais arriscadas... E que, no momento mais sombrio, o amor é seu único refúgio.
Olá, meus leitores.
Hoje vim trazer resenha de um filme que assisti, mas ainda não li o livro por que sei que vou me desidratar. Eu sempre falo que não vou ler nem assistir nada do meu amado Nicholas Sparks, mas adianta? Não, não adianta por que eu gosto de me torturar (rsrs). Então vamos saber o que eu achei do filme “Um Porto Seguro”


 Um dia estava sem nada para fazer e resolvi dar uma olhada no que a Netflix tinha  a me oferecer logo de cara já me aparece os filmes do tio Nick, tentei ser forte, tentei resistir, mas quando percebi já tinha assistido 5 adaptações dele e já não tinha lágrimas para chorar, sério meu estoque acabou. Então pode ter certeza que terá resenha de pelo menos uns cinco filmes dele aqui no blog.




Em  Um Porto Seguro  temos a estória da Katie, que no inicio não entendemos bem é muito confuso ela simplesmente sai correndo de casa com a mão toda suja se sangue e vai para casa de uma mulher pedindo ajuda. Logo em seguida  ela já está em uma rodoviária indo para um lugar que nem ela sabe onde é. Ao mesmo tempo temos um policial atrás dela querendo a todo custo  acha-la.Kevin a persegue  tentando de todo modo prende-la, mas ninguém sabe o por que ele está tão  sedento.



O ônibus que Katie faz uma parada em uma cidade pacata, e ela desce para comprar algumas coisas  para comer, e então percebe que é ali naquela cidadezinha pequena que ela irá reconstruir sua vida. Ela é uma mulher muito calada, fechada e não é de muitos amigos, não no inicio do filme.



Então ela encontra uma casa muito isolada da cidade, perfeito para ela.  Um dia quando ela chega do trabalho que conseguiu se depara com uma mulher olhando pela janela de sua casa, ela assustou, mas logo em seguida a mulher se desculpou e com o passar dos dias elas acabaram virando amigas. Quando Ketie chegou à cidade foi atendida por uma menina que se chamava Lexie, um encanto de garota que já a encantou de primeira. Lexie é filha de Alex o dono do estabelecimento na qual Ketie compra as coisas para comer e reformar a casa.



Alex é viúvo é pai de dois filhos. Um homem que sempre faz  de tudo para que o seu filho mais velho compreenda e aceita o falecimento da mãe. Um dia Ketie estava precisando de tintas para  começar a dar um ar novo em sua casa e então ele resolveu ajuda-la. Eis que surge uma linda amizade que vai dando espaço a um lindo amor, porém nem tudo é perfeito. Nem tudo que você quer deixar para trás fica para trás, algumas coisas te seguem pelo resto da vida. Um romance recheado de surpresas e que com toda certeza irá fazer você repensar em muita coisa.


 Tio Nick, tem um dom em colocar a gente para pensar e lidar com alguns temas bem complicados, nesse filme temos relacionamento abusivo, perda, tentativa de homicídio  dentre outros temas, mas o que eu acho mais legal é que ele tenta trazer isso de uma forma mais natural possível em forma de alerta. Para mim o final me deu um tapa na cara, quem assistiu o filme e  viu a parte da carta que a esposa do Alex deixa para futura mulher dele, e quando você percebe quem é que você começa a ligar os fatos de muita coisa.



Como não li o livro não tenho muito que fazer comparação entre um e outro então deixo claro aqui, que o que estou dando opinião é apenas do filme. Os atores atuaram muito bem, a química deles era uma coisa mágica. A interpretação está maravilhosa eu não tenho nada do que reclamar. Os personagens secundários desse filme tem grande importância, quando digo grande é grande mesmo.


Quando a verdade toda desse mistério vem a tona começa o momento de apreensão no livro e gostei bastante desse jogada do Nick, foi literalmente uma jogada de mestre. Creio o quão maravilhoso deve ser a leitura desse livro. Fiquei apreensiva para os personagens, a cada corte de cena eu já ficava louca queria ir lá contar para eles o que está acontecendo.


A amiga de Katie era a  pessoa que mais a apoiava ainda mais quando o assunto era o Alex. Era aquele tipo que quando a Katie precisava ela estava lá, e quando a Katie resolve ir embora ela dá uma linda lição de moral nela que ela fica até sem palavras. O relacionamento de Katie e Alex não é bem visto pelo seu filho, pois ele acha que ela está tentando tomar o lugar de sua mãe na qual ele era muito apegado, mas é tão lindo vê a forma que Katie  o conquista  o mostrando que em momento algum ela quer tomar o lugar de sua mãe.



A trilha sonora está linda, as cenas, as paisagens que foram escolhidos também estão tudo ok. Não sou uma critica de cinema, apenas uma apreciadora de filmes.Essa estória vai ficar comigo por um bom tempo, pois fiquei maravilhada com a intensidade da estória, com o desenvolvimento dos personagens e o foco central. O final então eu nem preciso falar  é bem  Nicholas Sparks então preparem o lencinho por que o choro  é livre.