.

(#Resenha #115) Bruto e Apaixonado


 Titulo: Bruto e  Apaixonado
Autora: Janice Diniz
Editora: Halerquin Books
Páginas:256
Sinopse: Mário Lancaster e Natália Esteves parecem não ter nada a ver um com o outro: ele é um ex-peão de rodeio e ela, uma empresária sofisticada de uma metrópole. Ela deve demitir funcionários da maior fábrica local, e ele é o responsável por convencê-la a mudar de ideia. 
Eles estão em lados opostos, mas a química entre os dois é impossível de ignorar. Bruto e Apaixonado é o primeiro volume da série Irmãos Lancaster e uma história irresistível de amor, superação, sedução e, claro, caubóis atraentes e possessivos.


 Olá, meus queridos Leitores! Tudo bem com vocês?

Hoje vim trazer para vocês a resenha de um livro que estava mega ansiosa para fazer a leitura, amo um livro que tenha um bom peão e com uma dose certa de humor e aquele jeito de gente humilde. Vamos saber o que eu achei de Bruto e Apaixonado?


Mário é um ex-peão profissional,que viu sua carreira ir por água abaixo quando caiu de um touro e como se isso não fosse o suficiente pouco tempo depois ele perde seu pai em um grava acidente. Com isso ele assume a fazenda e tudo que era do seu pai. Mário é conhecido na cidade, afinal Santo Cristo é uma cidade pequena e todos os Lancaster são respeitados.Fora que Mário é um mulherengo de mão cheia, pega a mulher que quer na hora que quer e não sente remorso algum por isso. Ele sabe que é bonito e com o seu jeito bruto acaba levando uma a uma para cama. 

Só que ultimamente as contas da fazenda vem tirando o sono desse peão e para piorar mais ainda a situação a fabrica de parafusos a que dá emprego a maioria das pessoas da cidade foi vendida para uma grande empresa de São Paulo e ele sabe que dai não vai sair boa coisa.  A cidade está eufórica por que sabe que vai acontecer uma demissão em massa e a vida de muitas famílias estão em jogo então eles pedem a Mário para que se a pessoa que for vir fazer essa demissão for mulher para que ele a seduza de modo com que ela acabe desistindo de  demitir a todos.

Natália é uma mulher muito bem resolvida quando o assunto é o seu trabalho, mesmo sendo filha do dono da empresa nunca teve regalias por isso muito pelo contrario,  seu pai é um tanto machista e não acha que mulheres devam ocupar cargos tão altos assim, não é atoa que ela nunca consegue o cargo que almeja mesmo dando duro para provar para o pai que é capaz. Ele a escolhe para ir a Santo Cristo fazer as demissões. Chegando lá de cara ela percebe que não é bem vinda, todos a olham de cima a baixo, mas ela não ta nem ai. 

Mário se vê intrigado desde quando viu a foto da tal forasteira pela primeira vez, ele não imaginava que poderia existir uma mulher tão linda quanto aquela.  Então ele é avisado sobre a chegada dela e faz questão de ir até lá para vê-la com os próprios olhos  só que o que ele não imaginava era que  a dona madame era mais bonita pessoalmente. Mário então oferece  para protege-la, mas ela fica relutante até perceber que realmente irá precisar da ajuda e da influencia que ele exerce sobre a cidade. Só que o que  ninguém de Santo Cristo imaginava era que Mário não estava fingindo e sim  mais do que interessado e para piorar a situação a  tal forasteira de certo modo correspondia.


Um romance entre um bruto e uma mulher totalmente obstinada, onde o campo e a pequena cidade de Santo Cristo será o plano de fundo dessa história onde te renderá ótimas risadas e te deixará de coração cheio, está pronta para entrar na vida dos Lancasterite?


  Apaixonada pelos Lancaster.


 Bruto e apaixonado, foi um livro tão gostosinho de ler, sabe quando você pega um livro e começa a embarcar na história e quando percebe já acabou? Foi meu caso com Bruto e Apaixonado. Foi meu primeiro contato com a escrita da autora e confesso que só tenho elogios, pois fiquei fascinada com o cenário criado por ela e pelos personagens tão bem elaborados e com um carisma tipico de pessoas do interior. 


Mário me encantou logo de cara, ele é um bruto com "B" maiúsculo, mas ao mesmo tempo é um homem com um coração enorme que faz de tudo pela família e para proteger quem ele ama. Ele é meio cabeça dura, gosta de encarar aquele que te machucou todos os dias só para pensar que o poder está em suas mãos. Mário é um personagem que você vai descobrindo pouco a pouco  o seu jeito de viver. Imagina um cabra que me matou de rir por diversas vezes, gente serio ele tem um humor acido fora do comum, a maioria das minhas  citações ou era fala dele ou da mãe dele.  


Natália   foi uma personagem encantadora. No inicio do livro achava ela muito nariz em pé e não via  a hora dela descer do salto e vê que não era a ultima bolacha do pacote, mas quando fui conhecendo melhor a história dela e o por que dela ser assim se torna compreensível. Ela sempre se viu a sombra do seu pai, faz tudo esperando um elogio dele, mas esse elogio nunca chega, ela se mata de trabalhar de tentar se a melhor filha que um pai pode ter, mas ao ver dele ela não faz mais que sua obrigação, então ela meio que tem uma visão distorcida sobre o amor, até por que seus pais são separado e sua mãe não quis ficar com ela. Natália  assim como o Mário é um personagem que você vê desabrochar e se encanta com o resultado final. 



A família Lancaster me matou de tanto rir, senhor o que é a mãe desses meninos? Gente, serio ela é muito engraçada ela fala as coisas rasgadas doa quem doer e isso me matou de rir por diversas vezes. Temos os irmão do Mário que não negam a genética e nesse livro conhecemos um pouco sobre um deles  o que dá a entender que o próximo livro será dela ( será?).  Eu amei poder conhecer um pouco mais do campo e um pouco mais sobre as montarias. A ambientação desse livro me trazia paz por que amo lugar sossegado e na minha mente só consigo imaginar Santo Cristo assim.


Quanto ao enredo eu só tenho uma ressalva, acho que a paixão deles aconteceu rápido demais, sei que paixão é algo que deixa todo o sentimento a flor da pele e é algo tão avassalador que não sabemos explicar, mas a cronologia desse amor não me convenceu muito, pois a Natália fica em Santo Cristo menos de dez dias. Eu conseguia sentir através das palavras que eles tinham algo em especial, mas não conseguia me convencer que fosse algo tão avassalador. 


  A narrativa é feita em terceira pessoa pelo ponto de vista de ambos e bem no inicio temos uma narração de um dos irmãos de Mário. Nem preciso falar dessa capa maravilhosa, né? Combinou muito com o enredo e imagino o Mário desse mesmo jeitinho. A Diagramação está muito bem trabalhada tendo detalhes a cada inicio de capítulos e folhas amareladas.


Em suma é um livro maravilhoso para quem quer se apaixonar por um peão e ainda dar boas risadas. 

3 comentários:



Ei meus amores! Sou a Bia Coelho!
22 primaveras, mineira,
mãe da Manu,
alucinada por livros.
Apreciadora de bons romances.
Esposa do Christian Grey!
Apaixonada pelo universo literário, leitora compulsiva, freelancer como Web design e projeto de escritora nas horas vagas.

Bem vindos ao
Entre Livros e Amores!

Colaboradoras

Luanna
Oioioi, eu sou a Luanna do Instagram @pausaparalivros, escorpiana raiz, e vou aparecer aqui com muitas resenhas de livros, além de dicas de filmes, séries... ou seja, tudo o que a gente ama. Não é mesmo? Espero que gostem do conteúdo que postarei e me sigam no Instagram para saber diariamente o que estou achando das leituras

Seguidores

Caixa de Busca

Facebook

Categorias

estou lendo

Anuncie

Anuncie

Instagram

Destaque

Resenha : Depois que Caímos

TITULO:   Depois que Caímos AUTORA:   Melanie Harlow EDITORA:   Allbook  PÁGINAS:  457 SINOPSE: JACK VALENTINI NÃO É O MEU TIPO. Caubóis s...

Arquivos

Posts Populares

link-me



Editoras parceiras

Tecnologia do Blogger.