18 de junho de 2018

(Resenha:104) Mais que amigos

Titulo: Mais que amigos 
Autora: Lauren Layne
Editora: Paralela
Páginas:224
Sinopse:Será que vale a pena arriscar uma grande amizade em troca de um amor inesquecível?
Aos vinte e dois anos, a jovem Parker Blanton leva a vida que sempre sonhou. Tem um namorado inteligente e responsável, um emprego promissor e a companhia de seu melhor amigo, Ben Olsen, com quem divide um lindo apartamento. Parker e Ben são tão grudados que muita gente duvida que eles morem sob o mesmo teto sem nunca ter vivido um caso, mas eles não se importam com o que as pessoas pensam. Sabem que não foram feitos um para o outro — pelo menos não para se envolver. Por isso, quando um acontecimento inesperado faz com que Parker se veja sem namorado e com o coração partido, ela sabe que pode contar com Ben para ajudá-la a sacudir a poeira e partir para outra. Afinal, ninguém seria mais ideal do que seu melhor amigo para lhe mostrar os prazeres da vida de solteiro… certo? Mais que amigos é uma comédia romântica irresistível!

 Olá, meus queridos Leitores. Tudo bem com vocês?
Hoje vim trazer resenha desse livro tão amorzinho que recebi da editora Paralela. Estava louca para fazer a leitura desse livro e assim que ele chegou não resisti e passei ele na frente de todos os outros. Vamos saber mais sobre  Mais que Amigos?


Parker conheceu seu melhor amigo Ben na faculdade e desde então não se desgrudam mais . As más línguas juram que eles tem algum caso escondido e que só não assumem, mas os dois sabem que não existe nada além de amizade e um grande carinho que um tem pelo outro até por que Parker namora há muito tempo e Ben é um pegador de mão cheia, tem uma mulher para cada dia da semana.


Eles moravam juntos em um apartamento e Parker já se acostumou com essa vida agitada de Ben e a cara de surpresa das mulheres ao vê que ele morava com uma mulher, pois Parker não é lá um nome muito feminino. Também estava acostumada com as desculpas esfarrapadas que ele arrumava todo dia de manhã para dispensar as mulheres. Ben adorava sua vida, está melhor agora depois que ele e Parker formou e tem empregos que gostam.

Ben se vê perdido quando sua melhor amiga tem o coração partido pelo termino do namoro. Só que o que ele não esperava era que Parker quisesse ter o mesmo estilo de vida que ele  pegar e não se apagar . Ele fica receoso, pois conhece bem a amiga e sabe que no fim ela pode sair machucada dessa brincadeira toda, mas como seu melhor amigo não resta nada a não ser apoiar e ajuda-la nessa aventura.

Parker estava realmente decidida a colocar seu plano em pratica, se o Ben conseguia levar uma vida assim por que ela não conseguira? Só que ela não imaginou que talvez não fosse tão fácil assim que poderia ser até constrangendor em alguns momentos ir para cama com um completo estranho.

Um dia em uma conversa intima com Ben, Parker acaba falando algo sobre o beijo dele e Ben se sente desafiado a mostra-la o quão bem ele beija. Ela acaba aceitado e por mais que ela tente negar ela sentiu algo estranho, uma sensação boa. Então surge a ideia de que Parker não precisa procurar ninguém, seu melhor amigo pode ajuda-la nessa sendo seu amigo colorido. Só que as coisas não são tão fáceis assim quando temos um sentimento surgindo em meio a um acordo entre amigos. Será que esse acordo realmente vai acabar bem?

 UM CLICHÊ MARAVILHOSO!
  Foi meu primeiro contato com a escrita da Lauren e posso garantir que quero ler tudo que essa mulher estiver disposta a escrever. Sabe quando você pega um livro e não consegue largar? Foi esse livro. Não costumo colocar muita expectativa em cima dos livros para não me decepcionar, mas esse supriu tudo que eu estava esperando. Estamos falando de uma premissa clichê, mas muito gostosa de ser lida e  muito bem desenvolvida com situações um tanto engraçadas.


  Parker  é uma personagem maravilhosa, é  gente como a gente e me identifiquei muito com ela por que tenho um amigo pegador assim e já passei diversas situações com ele bem parecidas com que ela passa com o Ben. Ela tem presença e por muitas vezes é engraçada. Só teve uma única parte do livro que eu tive vontade de mata-la e creio que não foi só eu, mas isso foi o de menos por que até isso tem lado compreensivo. 

Ben entrou para lista de crushs literários, ele é o cara. Abre mão de muita coisa para ajudar a amiga. Ele me matou de rir em diversas vezes com sei humor acido e com sua sinceridade afiada. Ele é lindo e sabe que é, mas não foi o que mais me chamou atenção, o que mais me chamou atenção foi essa proteção que mesmo sem perceber ele tem com a Parker.

O enredo é maravilhoso e a amizade dos dois me lembrou até um pouco a amizade de Carter e Arizona do livro Sinceramente Carter que também foi um livro que eu amei.Temos personagens secundarios que trás um ar da graça para a trama como a amiga da Parker que é doida com o Ben e quer por que quer pegar ele de todo jeito e o mané do ex namorado dela. 

É um livro maravilhoso, confesso que queria mais e mais desse casal por que me ganhou por completo. Não tenho muito o que acrescentar por que como é um livro fininho quero que vocês descubram as coisas no decorrer das páginas. A edição está linda, simples, mas linda. Eu sou uma admiradora de capas e essa me ganhou por inteiro e a lombada se destaca na minha estante.

Em suma é um livro maravilhoso para quem ama o clichê de histórias entre melhores amigos.