19 de julho de 2018

(Resenha #107) Pertinácia

Titulo: Pertinácia
Autora: Sue Hecker
Editora: Harlequin
Páginas:256
Sinopse:A vida de Rafaela nunca foi fácil. Da infância passada em um orfanato à mudança para São Paulo, ela sempre teve que superar diversos obstáculos que surgiam em seu caminho. Quando tudo parecia entrar nos trilhos e a jovem enfermeira pensava ter encontrado o amor, um erro lhe tirou tudo, e ela não sabe como recomeçar. É exatamente em seu momento mais frágil que Rafaela conhece Jonas, um advogado confiante, sexy e vaidoso, que parece determinado a seduzi-la.
Mas, depois de uma grande desilusão, Rafaela não quer ceder à atração que sente por Jonas e correr o risco de se machucar de novo. Será que essa jovem inocente e pertinaz conseguirá resistir aos encantos de um homem experiente? Pertinácia é uma história sobre conquista: de confiança, de objetivos e, especialmente, de amor.
 Olá, meus queridos Leitores.
 Recebi esse livro em parceria com a editora, estava louca para ler a série até por que já li um livro da autora e fiquei encantada coma  escrita e a desenvoltura dos personagens criados por ela. Fiquei meio receosa por saber  que esse livro era parte de uma série e eu não havia lido os anteriores, mas a Sue é tão magica que esse livro pode sim  ser lido de forma independente que você entenderá tudo perfeitamente, então vamos saber o que eu achei de  Pertinácia?


Rafaela é uma jovem enfermeira que já passou poucas e boas na vida. Desde nova sempre teve que se virar, já que sempre morou em abrigos e foi fazendo serviços comunitários que ela pegou gosto pelo cuidar do próximo e batalhou até o último segundo para se formar com gloria.  Ela é uma mulher  que sempre se resguardou para o seu verdadeiro amor, ela queria que o primeiro homem em sua vida fosse especial de todas as maneiras.  Ela consegue o tão sonhado empregos do sonhos e cuida de uma criança, só que esse amor acaba sendo demais, e todo carinho que ela recebe do seu patrão ela acaba  confundindo e isso a coloca em uma situação um tanto comprometedora e isso resulta em sua demissão.

Jonas é um advogado muito conceituado em seu ramo profissional, um homem lindo,educado. Ele que ficou por conta de fazer a rescisão do contrato de trabalho de Rafaela e informa-la sobre todos os seus direitos. Ele fica encantado por ela, mesmo ela estando simples, mas de imediato algo o chama a atenção a sua ingenuidade ao contar a ele o motivo pelo qual ela  foi demitida, ela pensou que ele sabia, mas para sua surpresa ele não fazia a minima de o por que ela havia sido mandada embora. Isso a deixa mais envergonhada.

Então  passa um tempo e Jonas estava em um barzinho com sue cunhado, no qual o assunto em pauta era sua irmã que não estava aceitando nenhum tipo de ajuda. Jonas tem um sobrinho com leucemia e precisa de ajuda já que sua irmã está gravida e não pode fazer muita força.  De repente Jonas e fisgado assim como todos os homens por uma mulher um tanto estonteante, linda que chega até a doer e praticamente todos os homens estão a devorando viva. Quando ele repara bem, custa a acreditar que essa mulher maravilhosa era Rafaela, cadê aquela menina tímida? Por que na frente dele só tinha uma mulher maravilhosa e confiante de sí.

 Como Rafaela estava sem emprego Jonas logo pensou que talvez ela poderia ajudar sua irmã com seu sobrinho. Então ele marca uma entrevista  para ela com sua irmã. Rafaela fica meio relutante, e não faz a minima que está indo conhecer a irmã doo Jonas, até então ela acha que ela é sua esposa, mas quando chega percebe que não e também percebe a relutância da irmã quanto a ter uma pessoa a ajudando.

 Só que Jonas resolve inventar uma mentirinha de nada, que a Rafaela é sua namorada, só para sua irmã poder ter um pouco mais de confiança e no fim tudo deu certo. Só que isso de brincadeira  começa a se tornar algo um tanto excitante aos olhos dos dois já que Rafaela é virgem e Jonas gosta muito do Voyeurismo. Será mesmo que essa relação dará certo?

Adorei!!

 Como eu havia citado acima, estava com medo de fazer a leitura do livro, por ser série e ficar meio perdida, mas já deixo claro para aqueles que querem fazer a a leitura desse livro e não leu os anteriores, pode ler sem medo, pois n,ão tem nenhuma ponta solta. A escrita da Sue é fantástica e todos os personagens tem suas características especiais e todos muito bem desenvolvidos. 


Rafaela é uma personagem maravilhosa, confesso que fiquei meio com receio dela ser aquelas  personagens lamentosas por ter sido criada em abrigo, mas ela me provou ao contrário, foi uma personagem de presença muito bem colocada com uma personalidade  do cão, sério que mulher meus leitores, que mulher. Tenho que ressaltar que ela não é aquele tipo de virgem boba, ela realmente passou dos limites por confundir os seus sentimentos pelo seu chefe, mas foi isso e ponto, você não a vê lamentando o livro todo por isso, o que eu mais gostei nela é que ela pega tudo para sí como aprendizado e isso a torna uma personagem maravilhosa. 

 Jonas é um verdadeiro homão, ele não força nada, sabe escutar, sabe falar e sabe esperar.  Ele tem um amor incondicional pela família e principalmente pelo seu sobrinho que se ele pudesse ele dava a vida dele  só para vê um sorriso nos lábios de seu sobrinho. Jonas me ganhou fácil, por que ele é homem com H maiúsculo. O fetiche dele é um tanto peculiar aos olhos de algumas pessoas que não são adeptas as mesmas praticas de prazer do que ele, mas sempre respeitou a Rafaela de modo que ela senti-se a vontade perto dele em todos os momentos. 

 Tenho que ressaltar que um dos meus queridinhos da vida foi o sobrinho do Jonas, um menino maravilhoso que mesmo com tão pouca idade não deixa a doença o abater ele sempre tenta alegar as pessoas a sua volta. Creio que me sensibilizei por que eu amo livros com criança e o mais legal de tudo é que eu pude conhecer um pouco mais sobre a doença por que até nisso a autora faz questão de nos apresentar em ricos detalhes. 

Também vale ressaltar que o romance do Jonas com a Rafaela não é algo pa pum, não eles vão ganhando a confiança e o carinho um do outro antes de qualquer coisa, mas sabemos que a  atração é algo inevitável já que ambos são lindos. Temos um premissa até um pouco previsível, mas como diz o ditado  o meio justifica o fim  ou seja podemos até prever o fim, mas o caminho que a autora nos leva até o final é maravilhoso e para mim é isso o que vale. 


A diagramação do livro está linda, fora que essa capa está maravilhosa, sério tenho um fascínio por capas que é algo que não sei explicar. A narração é feita em primeira pessoa pelo ponto de vista de ambos e  na minha humilde opinião essa é a melhor  narrativa me sinto bem mais conectada aos personagens.  

Em suma é um livro maravilhoso, ainda mais para quem gosta de romances bem desenvolvidos e personagens marcantes.