.

(Resenha 111) Sem Amor

  Titulo: Sem Amor
Autora: Katy Regnery
Editora: Charme
Página: 368
Sinopse:Meu nome é Cassidy Porter... Meu pai, Paul Isaac Porter, foi condenado quase vinte anos atrás pelo brutal assassinato de doze garotas inocentes.
Embora eu tivesse apenas oito anos naquela época, tenho noção — a cada dia da minha vida — de que sou seu filho, seu único filho.
Para proteger o mundo do veneno que corre em minhas veias, vivo uma vida tranquila, fora de vista, isolado da humanidade. Prometi a mim mesmo, e à minha mãe, que não infectaria vidas inocentes com a escuridão que se revira dentro de mim, esperando para ser revelada. Eu teria mantido a promessa... se Brynn Cadogan não tivesse surgido na minha vida.
Agora, eu vivo entre o céu e o inferno: apaixonado por uma mulher que quer me amar, enquanto tudo ao meu redor me faz lembrar de que preciso permanecer... Sem amor.
Olá, meus queridos Leitores!

Hoje vim trazer resenha de um livro que sério não sei nem por onde começar, pois esse livro se tornou parte de mim, se tornou parte da minha vida e sei que tudo que eu escrever ainda será pouco perto do que eu senti quando li esse livro, então vou tentar passar um pouco desse amor através dessa resenha. Vamos saber um pouco mais sobre o livro  Sem amor ?

Cassidy Porter carrega  um fardo cujo o peso não é dele. Quando ainda era novo, seu pai foi preso acusado de matar e estuprar 12 garotas e esse peso o atormenta por toda sua vida. Desde novo ele já começou a perceber que tinha algo de errado, ele sabia que não tinha feito  nada, mas ele carregava consigo o  sobrenome Porter cujo o homem que o deu era um assassino.Quando estava na época da escola sua mãe foi obrigada a tira-lo da escola, pois alegavam que ali não era o lugar certo para ele já que os alunos faziam chacota de sua cara e ele era filho de um estuprador


 Com isso sua mãe optou por se isolar em uma  montanha alta juntamente com seu pai avô de Cassidy e  que dali em diante ela ensinaria seu filho tudo que ele precisaria saber, e ela sempre o ensinou que deveria ficar sozinho, que não deveria se casar ou amar alguém era para ele tentar ao máximo viver sem amor

Brynn  é uma mulher que vive em um luto constante a dois anos. Seu noivo foi morto em um tiroteio em massa no dia do show de sua banda. Logo após isso acontecer ela se isolou do mundo completamente. Trabalha criando sites e fica em casa com seu gato. Um dia ela resolve rever as coisas do seu noivo e eis que depois de muitos anos ela liga o celular dele e  percebe que tinha uma mensagem endereçada a ela que nunca foi enviada e que só tinha uma palavra que era o nome de uma montanha. O falecido noivo de Brynn era um homem aventureiro e amava fazer trilhas e escalar montanhas. Depois de dois anos ela finalmente acha um jeito de se despedir dele e decidi ir até essa montanha para escalar e quando chegasse ao pico enterrar o telefone. 

 Mesmo com o alerta da irmã gêmea do seu ex-noivo de que essa trilha era uma da mais perigosas ainda mais em dias como aquele que estava ventando e ameaçava a cair uma chuva forte ela não desistiu e seguiu a diante. Chegando na área em que as pessoas se identificam ela conhece três garotas e logo faz amizade e as meninas a chama para subir a trilha com ela, mesmo um pouco relutante ela aceita. 

Um homem que estava por perto quis fazer a trilha com as meninas, mas como ela perceberam que ele estava muito alterado resolveram não deixar e isso o deixou enfurecido. Elas começaram a fazer a trilha, mas logo perceberam que não dava para subir mais, pois o tempo estava cada vez mais fechado e em breve a chuva iria cair. Tentaram convencer Brynn de todas as maneiras a descer, pois não ia dar, mas mesmo assim ela seguiu sozinha. Quando estava subindo acabou se machucando em uma das pedras. Quando estava se aproximando de uma casa para pedir algo para se secar  alguém que ela não esperava abriu a porta.

O mesmo homem no qual elas negaram, estava com um olhar irônico e  perguntando se ela precisava de ajuda, mas na verdade ele  não queria ajuda-la e sim puni-la pelo que as colegas fizeram e então ele a agarra a força. De inicio ela acha que irá violenta-la sexualmente, mas logo percebe  que é muito mais que isso. 

Cass  havia ficado encantado quando viu Brynn por trás de uma arvore, ele nunca tinha visto uma mulher tão linda na vida. Hoje Cass é um homem forte, bonito e com um coração puro, mas cheio de incertezas. Ele começa a ficar preocupado quando a vê subindo mais e mais e ainda por cima sozinha, mas ele começa achar que aquilo possa ter algo haver com o seu pai. Só que no meio da floresta ele escuta um grito agoniado e segue em direção a ele e quando chega até la encontra Brynn.

No primeiro instante ele fica pensativo no que fazer, pois se ele a levar para os gradas florestais vão achar que ele fez alguma coisa assim que ele falar seu nome. Então sem pensar duas vezes ele desce 11 km com Brynn nas costas até a casa onde ele mora. Passa a cuidar dela, de todas as suas feridas dia pós dia. 


Brynn acorda meio assustada sem saber o que aconteceu, mas sente dor em diversas partes do corpo. Ela tem flash do que aconteceu e lembra que  Cass a salvou. De pouco a pouco ela vai conhecendo um pouco sobre ele, mesmo ficando um tanto receosa de inicio Brynn vê que está no  meio do nada e com um homem que ela conhece muito pouco, mas que por alguma maneira confia nele como nunca confiou em ninguém antes.

Cass faz o possível para deixa-la sempre bem e confortável e isso deixa Bryyn feliz. Ele sabe que tem uma atração por ela, desde novo o único contato que ele teve com mulher foi com sua mãe e ela havia morrido a anos e logo em seguida seu avô tinha morrido e o deixado sozinho. Brynn viu que Cass era um homem inteligente, fazia tudo sozinho e que sua casa tinha muitas funções sustentáveis e que a maioria das coisas ele plantava para comer. 

Com o tempo eles foram ficando mais amigos e mais íntimos.  A atração de um pelo outro era nítida, Brynn achou em Cass a salvação que ela precisava e Cass achou em Brynn um medo constante. Ele sabia que a queria, mas não sabia se ele a queria de verdade ou se era algo relacionado ao seu pai. Será mesmo que Brynn vai superar tudo? Sera mesmo que Cass é destinado a viver Sem amor ?


Um amor que eu ainda não sei como explicar

Como eu disse não tenho palavras para descrever o que eu senti.  Falei pouco do enredo, mas quem leu sabe a grandeza que ele é e eu não queria estragar a surpresa de quem ler. É um livro que vai doer, vai doer na sua alma, mas faz bem ler algo assim, faz bem você conhecer pessoas como o Cass. Me emocionei e estou escrevendo essa resenha com os olhos marejados por que me lembro de  algumas cenas que me doí que me faz querer entrar dentro do livro e dizer que vai  passar. 

Cass é um personagem que eu vou levar pelo resto da minha vida. Eu o amo, sério. Se eu pudesse pegar um pouco da sua dor e de sua angustia eu pegava só para o ver sorrindo por alguns minutos. Ele é um homem que desde de sempre sofreu na pele o preconceito por ter um pai assassino.As pessoas não entendiam que assim como as meninas ele era vitima, mas não as pessoas preferiam ofende-lo ao tentar ajuda-lo, pois ele era apenas uma criança meu Deus, como se julga uma criança por um erro de um adulto? Isso cortou meu coração. Quando ele cresce ele continua com a mesma ternura de sempre. Com o carinho, mas ao mesmo tempo com medo de que aquilo não seja real. Eu  nunca na vida vou ter palavras para descrever o quanto eu amo o Cass, o quanto eu quero ele dentro de um potinho. Cass muito obrigada por esse personagem maravilhoso, vou te guardar eternamente em meu coração. ​ 

Brynn, essa é outra que se eu pudesse guardava dentro de um potinho. Ela é fantástica e muito guerreira, quando eu digo guerreira é guerreira a níveis que vocês não vão imaginar. Ela é aquele tipo de personagem que não desiste do que quer e a cada página que eu a conhecia  mais próxima eu queria ficar dela. Quando ela é resgatada na cabana pelo Cass eu chorei igual uma criança. Ninguém merece passar pelo que ela passou. Ela é uma personagem forte, podem apostar.

O enredo é maravilhoso, ele é  realmente algo que vai chamar atenção por tratar um tema um pouco TABU, mas é um livro que vai colocar você para pensar por diversas vezes, vai fazer você da mais valor as coisas a sua volta. O final desse livro é maravilhoso e me fez chorar igual uma criança. Foi meu primeiro contato com a escrita da autora e eu só tenho elogios. O livro é narrado em primeira pessoa pelo ponto de vista de ambos. A diagramação da editora Charme está a coisa mais linda do mundo a capa tem alto relevo e não tinha uma pessoa que me via com esse livro que não queria toca-lo. 

 Mesmo diante de tudo que eu escrevi ainda estou com aquela sensação de que está faltando algo, mas se me deixarem falar vou querer contar detalhe por detalhe de cada página do livro. Só saiba que em minha humilde opinião de leitora todas as pessoas deveriam ler esse livro. 

Em suma é um livro maravilhoso que vai fazer você dar mais valor as coisas ao seu redor e que vai te deixar com o coração cheio no final.

( Resenha #110) Amor em Manhattan (Para Nova York, com amor #1)

Titulo: Amor em Manhattan
Autor: Sarah Morgan
Editora: Harlequin
Páginas:384
Sinopse:Um romance brilhante sobre três amigas que decidem abraçar a vida – e o amor – em Nova York. Calma, competente e organizada, Paige Walker adora um desafio. Depois de passar a infância em hospitais, ela quer mais do que tudo provar seu valor – e que lugar pode ser melhor para começar sua grande aventura do que Nova York? Mas quando ela perde seu emprego dos sonhos, Paige vai descobrir que o maior desafio será ser sua própria chefe! Só que abrir sua própria empresa de organização de eventos e concierge não é nada comparado a esconder sua paixonite por Jake Romano, o melhor amigo do seu irmão e o solteiro mais cobiçado de Manhattan. Mas quando Jake faz uma excelente proposta para a empresa de Paige, a química entre eles acaba se tornando incontrolável. Será que é possível convencer o homem que não confia em ninguém a apostar em um feliz para sempre? O primeiro livro da série para 'Nova York, com amor' traz um enredo empolgante e divertido, com personagens superando situações inusitadas em busca do seu final feliz.
Olá, pessoal! Tudo bem? Eu sou a Naty, nova resenhista do blog! Hoje vim trazer minha primeira resenha para vocês, vamos saber o que eu achei de Amor em Manhattan ?

Paige sempre foi cercada por uma super proteção da qual nunca gostou, mas por um lado compreendia o por que de todos sempre estarem a sua volta. Ela era uma pessoa muito enferma . Como se não bastasse essa super proteção ela nutria um amor platônico pelo melhor amigo do seu irmão e tem  certeza de que  não tem nem um por cento de chance dele a corresponder. Mas o que realmente Paige almejava era ter sua própria empresa de eventos.


Ela trabalha em uma empresa de eventos muito conceituada  juntamente com suas amigas Eva e  Frankie. Todas almejavam uma promoção  e no dia em que elas foram chamadas  para uma conversa sentiram que era a hora, mas para surpresa delas todas haviam sido demitas.

Paige, Eva e Frenkie  são amigas há muito tempo. Eva sempre foi a mais sentimental que se emociona com tudo morava com a avó, mas depois da morte dela ela resolve ir morar com as amigas. Frankie é traumatizada  quando o quesito é relacionamento, pois desde muito nova via sua mãe se aventurar cada dia com um homem diferente e assim que completou a  maior idade foi morar com suas amigas.

O irmão de Paige acaba descobrindo que ela e suas amigas tinham sido mandada embora, sem saber como lidar com essa situação sozinho ele acaba pedindo ajuda ao seu melhor amigo, Jack,como já esperado  Jack e Paige é pior que cão e gato.  Ele implica com ela por tudo e ela ainda sente uma raiva devido ao passado.

Será mesmo que amor e ódio não caminham lado a lado? Será mesmo que uma paixão antiga possa vir incendiar seu coração agora ? Será mesmo que Jack  realmente nunca sentiu nada por ela ?

 Um chick-lit  maravilhoso com  a dose certa de amor e muitas risadas. 


   Amor em Manhattan  é um chick-lit maravilhoso com uma dose certa de tudo que lhe foi imposto, uma história de amor cativante que me conquistou . Sarah Morgan conseguiu dosar bem o drama da história. Quando peguei o livro para ler achei que iria contar a história das três amigas juntamente, mas pelo que deu a entender é que será um livro para  cada amiga e nesse temos a história da Paige.

Paige foi uma personagem que de modo geral me surpreendeu, ela não fica remoendo tudo que já aconteceu com ela e muito menos se faz de coitadinha,. Ela é forte e tem atitudes determinadas e sabe bem o que está fazendo.  Passou por cima de todos os obstáculos que a vida lhe impôs para correr atrás do seu sonho.

Jack é um personagem que mesmo no presente não consegue se  desprender das amarras do passado  e isso o torna um personagem que agi por impulso e até um tanto inseguro.  Só que de uma hora para outra parece que ele acorda para vida  e começa a tomar atitudes que me surpreendeu de uma maneira bem positiva. Depois que ele  começou a tomar  um rumo certo posso afirmar que ele entrou para lista de crushs literários.


Não posso deixar de destacar  os personagens secundários que trazem  um brilho a mais para a trama: Eva é uma personagem  que me matou de rir com seu romantismo e toda sua sensibilidade por tudo que ela vê. Frankie é uma personagem maravilhosa, mas  por não acreditar muito no amor muito menos em homens em certos momentos da trama ela chega ser até uma personagem um pouco amarga. E temos o Irmão da Paige que é considerado o tipico irmão mais velho que sempre ali para tudo que ela precisar e um tanto protetor.

O livro é narrado em terceira pessoa ampliando o ponto de vista dos personagens. Quanto a edição física está a coisa mais linda, a capa trabalhada em cada detalhe nos tons de azul e branco. Folhas amareladas, espaçamentos entre linas  e fonte está tudo dentro dos conformes para uma leitura agradável.

Em suma é um livro maravilhoso e uma ótima pedida para os fãs de  comédia romantica.

(Resenha #109) 11 noites com você



Titulo: 11 Noites com você
Autora: Aline Sant'Ana
Editora: Chame
Páginas:416
Sinopse:Zane D'Auvray é incapaz de dizer não às mulheres. O guitarrista da The M's aproveita-se da fama e nunca encontrou motivos para se estabilizar em um relacionamento. Todas as atitudes promíscuas que tomou durante a vida jamais foram questionadas. 
Exceto agora.
Em uma mudança de gestão, troca-se de empresário, e o que Zane não esperava era que os bastidores seriam coordenados por uma linda mulher, prometendo consertar as pontas soltas. Kizzie Hastings, a empresária, passará por um teste de onze noites pela Europa com a The M's em turnê. Zane, fazendo pouco caso da situação, não vê grandiosidade nisso.
No entanto, quando percebe que Kizzie é a única pessoa imune aos seus encantos, acaba por abraçar um desafio pessoal, sem saber que há muito mais em jogo do que somente a sedução.

 Olá, meus queridos Leitores!
Hoje vim trazer resenha de um livro que já queria ter feito a leitura a muito tempo. Desde que li  7 Dias com você  fiquei curiosa para conhecer um pouco mais do Zane o grande pegador da banda, pois ele sempre me deixou curiosa com esse lema de não se apagar a ninguém.Vamos saber o que eu achei de 11 Noites com você?

 "Prazer: essa palavra era a única coisa com a qual eu podia lidar."

Zane  é um mulherengo de marca maior é não faz questão de esconder isso, muito pelo contrario ele até gosta por que isso facilita o caminho das mulheres até sua cama. Ele simplesmente abomina o amor, em sua cabeça isso é uma ligueira perca de tempo e que o melhor da vida é viver intensamente como se hoje fosse o ultimo dia.

Kizzie é um empresaria muito centrada e que gosta de dar ordens e que de preferencia elas sejam obedecidas. Ela não pede simplesmente impõem (amo isso nela). O The M's está precisando de alguém coloque tudo dentro dos conformes e que os coloquem na linha principalmente. Logo de cara fazendo um pesquisa breve sobre os integrantes da banda   ela já percebeu que teria sérios problemas com Zene, quando o assunto é como se comportar, já que as noticias sobre ele eram sempre as mesmas muitas festas, muitas bebidas e claro muitas mulheres. É uma das primeiras coisas que ela quer negociar com a banda, pois a imagem do Zane está ficando muito queimada nos tabloides. 

"Não me apaixonei por que não aconteceu, mas isso não significa que eu queria, Eri."

Obviamente Zane e Kizzie se estranham desde o incio,  pois ela tem suas imposições sobre as atitudes de Zane e o astro não ta muito afim de obedecer o que ela impôs e Kizze é o tipo de pessoa que não aceita um não como resposta. Mesmo Zane relutante quanto a contratação dela como a nova empresaria do The M's a resposta final é que agora ela é a nova empresaria deles e ele terá que conviver com isso.

O que Kizzie não imaginava era que tinha poucos  meses para organizar a turnê deles pela Europa e uma das coisas que ela o fez prometer e que não iria em tantas festas e diminuir um pouco seu ritmo frenético. Tudo certo e as malas prontas eles decolam rumo o primeiro país da turnê e nesse primeiro voo juntos que Zane começa a reparar nela como uma mulher e não como sua empresaria.

 Eles começam  a se entender como amigos, mas Zane sente uma vontade até mesmo irritante de querer beija-la toda hora que olha para Kizzie, mas assim que ele confessa isso aos seus companheiros de banda logo eles o alertam que Kizzie é uma menina especial que não é como as mulheres que ele tem costume de passar uma noite e no dia seguinte fingir que não conhece ela é muito mais que isso e merece muito mais que isso. Mesmo com o conselho dos amigos, Zane não consegue parar de pensar em como seria beija-la de todas as maneiras possíveis. 
 
"- O que você teme tanto a respeito do amor? Ele dá certo, Zane.Funciona para todo mundo que encontra reciprocidade no sentimento."

 A atração entre eles é nítida, mesmo Kizzie tentando se negar ela não consegue até por que Zane tem se mostrado um verdadeiro cavalheiro em vários momentos e isso desperta mais a curiosidade e o interesse de Kizze no astro. Quando a atração chega ao limite ela acaba se entregando e deixando o beijo tão desejado por ambos acontecer de uma maneira explosiva e cheia de desejos. Mas isso é só o inicio, pois eles tem a turnê toda para se conhecerem mais e descobrir se isso é para valer ou só apenas uma aventura. Será mesmo que Zane vai conseguir se manter com uma só? Sem ir para cama com outra no meio da madrugada? Será que o passado de Kizzie era estragar o seu tão sonhado felizes para sempre?
  
"- As melhores coisas nessa vida têm duplo sentido."

Um livro repleto de amor, companheirismo, viagens, noites maravilhosas, cidades perfeitas e muito mais muito Rock and Roll.

 A. M.E.I !!

 Como eu citei no inicio da resenha já estava louca para conhecer a história do Zane pelo simples fato dele ser o mais largado quando o quesito é o amor. Não via a hora de  o ver de quatro por uma mulher e pagando língua de tudo que ele falou sobre o Yan e o Carter. Mais uma vez a Aline ganhou meu coração com  esse livro, mas também não era para menos né? Ela arrasa. 

"-Para de me secar, Zane.-Kizzie alertou, fazendo todos rirem.Ah, ela não ia me fazer de idiota.
-Só estou pensando se você está olhando por cima do celular por que sou bonito demais ou por que está imaginando como eu sou completamente nu. Talvez os dois.-provoquei , acentuando meu sotaque britânico no final da frase."

Kizze é a melhor personagem da vida, sério mesmo. Imagina uma mulher de presença! Gente, por mais personagens mulheres assim. Ela sabe o que falar e quando falar. Não abaixa para ninguém muito menos para o Zane quando ele começa com as gracinhas dele, ela não quer ser melhor que os meninos, de jeito algum, ela só quer o respeito deles. Ela me encantou com sua história secundária também algo que ela vivenciou recentemente que deu um ar maravilhoso a toda essa trama. Eu não canso de falar que eu amei essa mulher. 

Zane, a meu menino Zane como eu queria vê você sofrer de amor só um pouquinho, por que como diz o ditado  a língua é o chicote do corpo e eu amei a redenção dele. Eu nem preciso mencionar que ele também faz parte da minha extensa lista de crushs, por que isso não é novidade, mas o que mais me encantou foi esse novo lado dele que eu pude descobrir nesse livro. Um Zane mais companheiro, mais romântico e até mais compreensível em diversos momentos, achava muito engraçado ele dando conselhos como se fosse um  profissional em relacionamentos. Não achei que era possível ele ganhar mais espaço ainda no meu coração, mas acredite ele ganhou.  E só para constar ele continua aquele personagem engraçado e com um toque de humor acido que faz piadas até com a sua própria desgraça.

" -Quem você é para me dar ordem, Zane?
- Seu chefe,amor."

Nesse livro também podemos matar a saudade de Carter e Erin. Estava com muita saudade desses dois, Erin se mostrou uma verdadeira amiga  para Kizzie e Carter como sempre um amor de pessoa. Também a autora já nos proporciona um pouco do que nos aguarda no próximo livro que é o do Yan. Já sabemos que o relacionamento dele com a Lua está indo por água abaixo e que talvez tudo não passe de um simples mal entendido, porém ele se precipitou e fez uma burrada que pode se arrepender pelo resto da vida.  Também conhecemos um pouco por alto o novo integrante da banda ou um possível integrante que é ninguém mais  e ninguém menos do que o irmão Zane. 

" Essa mulher seria a minha ruína ou  minha salvação"

A escrita da Aline é algo mágico,  com toda certeza do mundo eu leria até a lista dela de compras. Ela trás uma escrita jovial que deixa o leitor mais intimo dos personagens. A narração é feita em primeira pessoa pelo ponto de vista da Kizze e do Zane, algumas narrações da Kizzie era referente a meses atrás para explicar a situação na qual ela se encontra hoje. Quanto a edição não tenho muito o que opinar já que li em e-book e mesmo lendo em e-book pude notar o carinho e atenção que a editora deu a diagramação. A cada inicio de capítulo tem a foto do Zane e uma parte de alguma musica. Não vejo a hora de ler o livro do Yan, não sei por que tenho uma ligueira sensação que vou ama-lo incondicionalmente. 

Em suma é um livro maravilhoso, um romance arrebatador sobre descobertas, amor, amizade e muito Rock and Roll.






Ei meus amores! Sou a Bia Coelho!
22 primaveras, mineira,
mãe da Manu,
alucinada por livros.
Apreciadora de bons romances.
Esposa do Christian Grey!
Apaixonada pelo universo literário, leitora compulsiva, freelancer como Web design e projeto de escritora nas horas vagas.

Bem vindos ao
Entre Livros e Amores!

Colaboradoras

Luanna
Oioioi, eu sou a Luanna do Instagram @pausaparalivros, escorpiana raiz, e vou aparecer aqui com muitas resenhas de livros, além de dicas de filmes, séries... ou seja, tudo o que a gente ama. Não é mesmo? Espero que gostem do conteúdo que postarei e me sigam no Instagram para saber diariamente o que estou achando das leituras

Seguidores

Caixa de Busca

Facebook

Categorias

estou lendo

Anuncie

Anuncie

Instagram

Destaque

{ Resenha } Namorado por Acaso

  Titulo:  Namorado por Acaso  Autora:   Aline Sant'Ana  Editora:  Charme Páginas:  365 Sinopse: Contra fatos, não há argumentos.  Pro...

Arquivos

Posts Populares

link-me



Editoras parceiras

Tecnologia do Blogger.