2 de agosto de 2019

{ Resenha } Já Disse que te amo?



 Titulo:  JÁ DISSE QUE TE AMO?
Autora: Estelle Maskame
 Editora:  Arqueiro
Páginas: 336

Sinopse:PRIMEIRO VOLUME DA TRILOGIA JÁ DISSE QUE TE AMO.
Romance, lealdade e drama em uma trilogia que envolve o leitor desde a primeira página.
Três verões inesquecíveis de segredos, mágoas e amores proibidos e avassaladores.
Eden Munro foi para a Califórnia aproveitar o sol, as praias e celebridades. Seria um verão maravilhoso se ela não tivesse que conhecer sua nova família, repleta de estranhos: um pai que não vê há três anos, uma madrasta simpática até demais e três irmãos postiços.
Na casa chique, ela vai ter que ficar bem ao lado do quarto de Tyler Bruce, o mais velho dos irmãos. Ele tem olhos verdes que transbordam raiva e sarcasmo, um ego maior que uma mansão de Beverly Hills e cara de poucos amigos. Eden nunca tinha conhecido alguém tão desagradável e tão... intrigante.
Aos poucos, Eden tenta entender o que faz de Tyler uma pessoa tão envolvente quanto o clima da Califórnia. Em meio às festas e às novas amizades, ela percebe que está se apaixonando pela única pessoa que não deveria.
Já Disse Que Te Amo? é o primeiro livro da trilogia de Estelle Maskame, que teve mais de 4 milhões de acessos no Wattpad.






Oi oi, meus queridos leitores!

Vamos falar de mais um lançamento da editora Arqueiro Já disse que te amo? Foi minha solicitação desse mês em parceria com a editora, estava muito empolgada para fazer a leitura, pois a premissa do livro é um tanto instigante e o pessoal do grupo da arqueiro ficou maravilhado com o livro então vamos saber o que achei de  Já disse que te amo?
                                                                                


Eden 
 é uma garota de 16 anos que mora com sua mãe. Há exatamente três anos atrás os seus pais se divorciaram e desde então ela não tinha mais contato com o pai até que um dia ele a convida para passar as férias de verão na casa dele na Califórnia. No começo ela estava certa de que iria recusar, mas depois viu a chance de passar um verão e tanto na Califórnia e então decide aceitar.

Chegando à casa do seu pai, Eden percebeu que muita  coisa já não é mais a mesma, pois até o estilo de vida do pai havia mudado. Ela se sente incomodada e reclama mentalmente a cada passo que ela dá. Por mais que não queira admitir ela foi muito bem recebida pela nova família do pai que é composta por sua esposa e mais três filhos dela. De inicio Eden conheceu apenas os dois mais novos. Quando ela chega ao quarto se surpreende por ter uma vista tão boa.


No churrasco seu pai e sua atual esposa faz questão de apresenta-la a todos que conhecem e ela acaba fazendo amizade com Rachel. Nesse momento chega Tayler com todo seu jeito de bad boy com só no alto e querendo chamar atenção. Eden fica espantada diante de tanta beleza, porém o jeito rude dele predomina e isso a deixa irritada demais e faz com que toda sua beleza suma.



O contato entre eles é inevitável, mas Tayler faz tudo que pode para irritar sua nova irmã ainda mais agora que ela faz parte do seu ciclo de amigos e é colega da sua namorada. Eden está adorando sua nova turma, mesmo eles sendo meio loucos e gostarem de algo que é errado, eles sentem atração pelo perigo.Ela e Tayler acabam se aproximando e virando amigos, mas a preocupação que Tayler tem com Eden esconde um sentimento proibido. A atração deles é visível, mas eles tentam se negar até o último instante até por que o Tayler namora e a namorada dele é a abelha rainha do grupo que está sempre de olho em tudo que ele esta fazendo, mas chega uma hora que a atração fala mais alto que a razão.

Em meio a um cenário paradisíaco da Califórnia vamos nos aventurar em uma história de romance proibido onde o limite é sempre testado. Onde a verdade nem sempre é confiável e quanto mais perigoso melhor é.


Bom!


Estava com as expectativas lá em cima com esse livro, mas me decepcionei um pouco. Mas me decepcionei com os personagens não com o enredo em si, pois a escrita da autora merece ser aplaudida de pé, pois mesmo diante de coisas que eu não gostei não conseguia largar o livro, tanto que o finalizei em questão de horas.



  Eden é uma personagem que ainda estou decidindo se amo ou odeio. Eu não concordava com pelo menos 60% das atitudes dela, tudo bem o pai dela é ausente e ela chega a um lugar novo e percebe que a vida que o pai dela está levando é um nível bem superior que a dela e só por isso se acha no direito de fazer o que bem entende sair à hora que quer voltar à hora que quer e ainda por cima achar que o pai está errado em querer saber onde ela está. Eu como mãe não aceitaria minha filha fazer uma coisa dessas nem de longe. Isso me incomodou muito na personagem. Ao mesmo tempo em que ela era extremamente madura ela era mimada e um tanto chata.

Tayler ele é o típico badboy que não está nem ai pra nada e que faz e acontece. O que me incomodou nele foi apenas o uso excessivo de álcool e drogas. Ele tem atitudes por diversas vezes machistas e que desagradam, mas isso é apenas uma mascara que ele mesmo colocou em si, pois no fundo temos um personagem com um coração enorme e que sofreu muito. Quando descobri  o por que dele ser tão rude assim, chorei feito uma criança, sei que nada justifica o que ele fez, mas fica ao menos compreensível do por que ele é assim.

Os personagens secundários mostram bem a realidade de alguns adolescentes que só pensam em farra, bebidas e drogas. A namorada do Tayler faz o estilo abelha rainha: tudo tem que ser do jeito dela, na hora que ela que e como ela quer. Os outros amigos são mais tranquilos, mas como citado acima a vida deles é cheia de altos e baixos e sempre vivendo como se cada minuto fosse o último. A mãe da Eden faz aquele estilo mãezona sabe que tem algo de errado só pelo modo que ela fala. A madrasta dela é um doce de mulher sempre faz de tudo para agrada-la.  Lembrando que nenhuns dos personagens são maiores de idade, por isso eu já fui adolescente, sei que às vezes queremos uma aventura, mas algumas coisas que essa turma faz não entra na minha cabeça.


 Acho que ter personagens tão imaturos assim pode ser uma jogada da autora, pois tem mais livros lá fora que em breve deve chegar aqui no Brasil, queria muito que esse livro fosse como a série AFTER que podemos acompanhar a evolução dos personagens que começamos o primeiro livro achando os personagens fúteis e terminamos a série amando e vendo o quanto eles evoluíram.

O livro é todo narrado em primeira pessoa pelo ponto de vista da Eden o que fica um pouco vago já que fiquei o tempo todo querendo saber o que se passa na cabeça do Tayler. Ficou como se tivesse faltando algo. Como eu disse a escrita da autora é maravilhosa e ela me deixou curiosa com o final do livro. Espero muito um amadurecimento de personagens no próximo volume, pois é isso que o livro falta para ser bom.

Em suma é uma leitura rápida, com uma pegada estilo After.

31 de julho de 2019

{Resenha} #Acredite





Titulo: #Acredite
Autora:  Eliane Quintella
 Páginas: 160
Sinopse:Existe um mundo mágico, mas seu povo é dividido de acordo com seus poderes. Braites são mágicos mais poderosos e dominam a energia da transformação. Lalulis conseguem fazer apenas as magias simples. Os Braites mantêm sua magia forte, pois cultivam a leveza, a harmonia e a alegria, já os Lalulis não são capazes de aumentar seu poder de magia, pois são pessimistas por natureza e preferem se deixar dominar por sentimentos pesados a serem fúteis como os Braites.Nesse mundo dividido, Pamela, uma jovem braite, se apaixona por Raul, um Laluli. Porém, os dois acreditam que o amor é uma força poderosa e estão dispostos a desafiar a ordem das coisas ficando juntos.O casal é submetido a duras provações que desafiam a força do amor e a crença que separa aquele mundo. Um livro que tem a força dos contos de fadas e nos inspira a acreditar em nós mesmos e na vida que nos cerca.



Oi oi meus queridos, Leitores!

Há um tempo eu aceitei pareceria com a autora Eliane Quintella para o seu novo livro #Acredite então vamos saber o que eu achei?


Pam é um Braite e por infelicidade do seu destino ela tem uma paixão platônica por um Laluli. Os Braites de forma alguma podem se envolver com os Laluli, pois eles sugam sua magia e pouco a pouco os Braites vão ficando cada vez mais fracos.

Só que o que Pam não sabia é que sua paixão por aquele Laluli não era tão platônica assim, pois ele sentia o mesmo sobre ela. Eles acabam dando um beijo e no mesmo dia mais tarde Pam já se sente mais fraca. Mesmo diante disso tudo e sabendo o tanto que isso poderia afeta-la e afetar sua família ela estava disposta a levar isso a diante.


As pessoas não aceitavam bem esse namoro e com os dias passando isso começo a afetar a casa de Pam e o pai dela teve que manda-la morar com seu amado. Só que as coisas não são um mar de rosas como ela pensou e agora ela precisa lutar e ainda por cima acreditar que é capaz de mostrar para o mundo que o amor sempre vence e que basta a gente acreditar que vai da certo.

Bom!


O livro é um infanto-juvenil e é uma história boa, porém senti falta de aprofundamento e não consegui gostar da Pam. Única coisa nela que eu admirava era sua garra em provar que todos estavam errados e quem dera se todos nós tivéssemos a determinação que essa garota tem.  Ela foi o ponto fraco da história para mim. Achei ela mimada e não me desceu de jeito nenhum.


Uma coisa que eu achei interessante é por que a sociedade Braite é uma sociedade feliz e ele meio que são obrigados a serem felizes o tempo todo para que as casas continuem flutuando. Eles se acham melhor que os Lalulis e os inferiorizam por ter menos magia.


O amor deles é verdadeiro e isso eu pude sentir, mas ao mesmo tempo me deu um friozinho na barriga ao pensar que o pai teve que coloca-la para fora para o bem da família e vê as situações em que ela teve que passar.


A história é curtinha, mas nos trás uma lição incrível.A escrita da autora é maravilhosa e só tenho elogios, assim como toda diagramação que foi muito bem feita. A narrativa é toda feita pela Pam e fiquei curiosa para conhecer o lado do Raul da história, queria saber o que se passava na cabeça dele todo esse tempo.


 Como é um livro bem curtinho minha resenha vai ser bem curtinha, pois não quero estragar a surpresa da leitura de vocês, é um livro bom que só faltou um pouco mais de aprofundamento. Espero em breve poder ler algo novo da autora.


Em suma é uma leitura leve e rápida!

29 de julho de 2019

{Resenha} Piloto Playboy



Titulo: Piloto Playboy
 Autora: Penelope Ward & Vi Keeland
Editora: Charme
Páginas: 273
Sinopse:Dinheiro ou amor? Qual você escolheria?Você provavelmente acabou de responder a pergunta na sua mente pensando que é uma decisão fácil.Para mim, não é. Eu já disse que é bastante dinheiro? Muito mesmo.Eu precisava ir para longe para pensar nisso.Quando embarquei em uma viagem impulsiva, mudei o rumo ao conhecer o sexy Carter no lounge do aeroporto. Nos envolvemos em uma conversa acalorada.Depois, ele foi embora.Pensei que nunca mais fosse vê-lo.Mas o destino tinha outros planos.Surpresa! Ele era o piloto do meu voo.A surpresa maior foi a aventura que aconteceu depois que o avião pousou.Carter era perigoso e estava sempre viajando.Embora nossa conexão fosse magnética, eu sabia que era apenas temporária.Ele me dava passagens, e eu o seguia pelo mundo para lugares exóticos.
Um bando de aeromoças ex dele e boatos sobre a reputação de Carter sempre estavam nos rodeando.Eu não sabia no que acreditar.Mas estava viciada. Nada mais importava. E eu ia me magoar. Porque parte de mim queria ser a garota que finalmente faria o piloto playboy se aquietar.Pelo menos, ele estava me levando para um passeio emocionante.Todas as coisas boas acabam, certo?Só que não previ como seria o nosso final.




Oi oi, meus queridos Leitores!

Assim que eu vi o lançamento desse livro das minhas autoras divas não hesitei em solicitar, pois já tive experiência com a escrita das autoras tanto juntas quanto separadas e sempre foi resultado de leitura maravilhosa e favorito e com Piloto Playboy não poderia ser diferente, né ? Vamos saber o que eu achei?


Kendall está no aeroporto sem um destino certo. Ela quer apenas um lugar para descansar e pensar no que será da sua vida se ela seguir o que está pensado, pois a decisão que ela terá que tomar pode mudar sua vida. Então Kendal está olhando os destinos quando um homem um tanto atraente chega e fala algo com ela e com isso ela se assusta e derruba toda sua bebida em sua blusa. Nervosa o questiona se ele ao menos sabe o valor daquela blusa. Então Trip tenta ajuda-la e ao tentar tirar a mancha acaba deixando a blusa ainda mais transparente e percebe que Kendall não usa sutiã e isso o deixa instigado.

Kendall fica um pouco constrangida, mas logo volta sua pose de alto confiança. Percebendo que tinha sido rude deixa o estranho ajuda-la em seu destino. E percebe que ele não é só um rostinho bonito e sim um homem muito educado e entendido de viagens, pois falou com precisão sobre cada destino. Então ele dá a sugestão do Brasil, diz que é um país maravilhoso e receptivo. E logo se levanta, pois tem que ir, mas ao sair despede de Kendal de uma forma bem sugestiva que a deixa com a pulga atrás da orelha.

Mesmo diante a relutância e sem saber falar uma única palavra em português Kendal acaba aceitando e embarcando para o Brasil, mas fica chateada ao entrar no avião e perceber que Trip não está lá dentro. O capitão se pronuncia e ela não acredita na voz que estava escutando e então tudo começou a fazer sentido o porquê ele entendia dos destinos e dos horários dos voos, pois ele era um piloto.


Chegando ao Brasil ela se vê perdida até encontrar um taxi e para sua surpresa Trip estava lá dentro. Ele a convida para passar dois dias com ele no Rio, ela acaba aceitando, pois precisava mesmo de uma distração. Trip escolhe um lugar simples, mas que tem a melhor feijoada que ele conhece e a dona é muito calorosa com ele e faz com que ele se sinta em casa.

 Carter mais conhecido como Trip é um piloto lindo e sabe muito bem o poder do seu charme, sua cama já deve ter visto mais aeromoças do que o próprio aeroporto. Ele curte a vida e ama o jeito que faz as coisas e se sentia responsável por fazer Kendall ter uma estadia maravilhosa no Rio de Janeiro. Carter faz algo totalmente diferente, pois ele ama o simples e queria mostrar esse lado para Kendall que sempre está  acostumada com coisas caras e hotéis cinco estrela.


Kendall se vê encantada por um país que nunca tinha pensado em visitar e mais apaixonada ainda pela caipirinha. No dia seguinte Carter a leva para um passeio nas alturas. A atração entre eles fica inegável, mas até então eles tentam resistir e disfarçar. Só que as horas deles juntos estão contadas já que o próximo voo dele é daqui algumas horas.  Então Carter propõe a Kendall viajar com ele para o seu próximo destino e curtirem juntos, sem promessas, mas com muita diversão e sensualidade. Vamos conhecendo novos países, novas culturas. Tudo isso acompanhadas de um Piloto Playboy.
Então topa o próximo destino?


AMEI!


Quando o assunto é um romance com a dosagem certa de tudo essas duas entendem muito bem do assunto. Como citei no inicio da resenha a escrita delas é maravilhosa, parece que se encaixam na medida certa. Fico tentando imagina-las no processo de criação dos livros. Uma das coisas que eu mais adorei nesse livro foi à referência feita ao Brasil e com o carinho e admiração que as autoras colocaram no personagem na forma como ele descreve o Brasil. A leitura foi tão maravilhosa que eu devorei o livro em questão de horas e quando acabou eu queria mais. 


Kendall é uma personagem que no inicio parece um tanto fútil a famosa filinha de papai cheia de manias e dinheiro, mas com o passar das páginas vamos descobrindo uma mulher maravilhosa que sabe o que quer, mas que está com medo que sua decisão de futuro afete a vida de outras pessoas. Kendall se mostra uma mulher maravilhosa e que você consegue senti a determinação vindo dela. Fora que ela fala o que pensa e eu amo esse tipo de personagem.

Carter, como vocês já sabem tenho um fraco por personagens que não presta né? Mas no caso do Carter quanto mais eu descobria sobre ele mais eu queria abraça-lo. Não devemos deixar julgar pelas aparências, pois esse sim é um homem digno de ser amado. Ele tem um coração maior do que se pode imaginar e faz coisas que ninguém imagina e quando eu descobri esse lado dele me deu quentinho no coração. Acho que oque ele faz quando está solteiro não deve ser questão de julgamento, afinal ele está solteiro pega quem ele quiser.


O livro é envolvente e o que deixa ainda mais interessante são as referencias e as culturas de outro país como, por exemplo: Dubai é um lugar que eu sempre quis conhecer, mas não imaginava o tanto de regra que tinha nesse lugar, sério são muitas e algumas até meio bizarras. Conhecemos um pouco de Amsterdã e sua cultura e também fiquei chocada com algumas coisas rsrs. A ambientação do livro está maravilhosa.

Temos os personagens secundários: A mãe da Kendall é uma mulher egoísta, mal amada e que só pensa em dinheiro nem que isso custe à felicidade da própria filha. Temos a dona da pousada no Rio de Janeiro que é sensitiva e assim como a Kendall não tem um pingo de papas na língua. Também os vizinhos do Carter que são uns amores e me deu até vontade de sentar para jogar uma partida de bingo.


A narrativa do livro é toda feita em primeira pessoa visando o ponto de vista de ambos os personagens e como vocês sabem eu amo esse tipo de narrativa. A diagramação da charme está perfeita a cada inicio de capítulo temos a mesma foto da capa e a fonte é bem confortável para leitura. Eu já amo capa preta e vermelha ai vem a Charme e coloca um modelo lindo desse para ficar ainda mais bonita.

Em suma é um romance maravilhoso que vai te fazer rir, se emocionar e se encantar por esse casal.